• Dermare

Qual a frenquência de esfoliação na pele?




O processo para conquistar uma pele lisinha vai além do uso do bom e velho hidratante, é necessário incluir a esfoliação em sua rotina de beleza semanal. A exfoliação é um hábito ajuda eliminar as células mortas da superfície da pele, uniformizando a sua textura e recuperando a luminosidade.


Mas você sabe quantas vezes é necessário realizar o procedimento?


• Peles normais a secas:

Recomenda-se esfoliar somente uma vez por semana, pois a pele seca renova as células de forma mais lenta e acumula uma grande quantidade de escamas na superfície. As esfoliações conseguem diminuir a espessura da camada córnea, reativando a renovação celular. 


• Peles mistas ou oleosas:

Deve ocorrer, no máximo, duas vezes por semana. Nestes tipos de derme, a esfoliação tem o objetivo de remover tecidos mortos e o excesso de oleosidade, o que auxilia na desobstrução dos poros. O resultado é uma pele mais saudável e limpa.



• Benefícios da esfoliação para a pele


Remove as células mortas;

Otimiza os tratamentos de pele;

Aumenta a luminosidade;

Deixa a pele mais lisinha;

Diminui as manchas;

Controla a oleosidade;

Previne a formação de espinhas.


A esfoliação facial deve acontecer de acordo com o seu tipo de pele.

A forma mais comum de esfoliar é limpar o rosto com o seu sabonete facial e passar o seu esfoliante na pele ainda úmida, com movimentos circulares e suaves.

Faça uma leve pressão e, em seguida, enxágue com bastante água.

Para esfoliar joelhos, pés e cotovelos, a frequência também varia de uma a duas vezes na semana. Assim como o tratamento facial, a pele do corpo