Como fazer uma depilação em casa sem pelos encravados?



Como fazer uma depilação em casa sem pelos encravados?

Se você já sofreu com os pelos encravados depois de depilar… não tema! Existem formas práticas e fáceis de evitá-los


Muitas mulheres cresceram aprendendo como se depilar. No entanto, encontravam um inimigo doloroso nesse processo: os pelos encravados. 


DEPILAÇÃO X EPILAÇÃO


Segundo Kika Chammas, farmacêutica, especialista em cuidados com a pele e fundadora da Dermare, antes de falarmos em depilação, é importante entendermos a diferença entre o termo e “epilação”. 


“A depilação inclui as lâminas, aparadores de pelos e cremes depilatórios, enquanto a epilação diz respeito a retirada dos pelos desde sua raiz localizada no bulbo piloso, ou seja, é a retirada feita com cera, que conta com resultados mais duradouros e efeito prolongado”, explica ela. 


O QUE GERA PELOS ENCRAVADOS


De acordo com Kika, alguns motivadores de pelos encravados são a epilação com cera puxando contra a direção de crescimento do pelo (e não a favor, como indicado), assim como o uso diário de lâminas depilatórias em uma mesma região (como as axilas), já que os pelos engrossam conforme a ação e aumenta a sensibilidade da pele.


“O tamanho do pelo também deve ser adequado para evitar a foliculite, não deve estar nem muito comprido e nem muito curto para não machucar a área no momento da extração”, continua. O ideal é estar cerca de 2 milimetros.


Com esses cuidados em mente, evitar os pelos encravados fica muito mais fácil. A dica de ouro da profissional é fazer uma esfoliação mecânica um dia antes e um dia depois da depilação, independente do método depilatório ou epilatório. O ideal é escolher um esfoliante não muito abrasivo e, logo após o processo, investir na hidratação intensiva. 


CUIDADOS PÓS-DEPILAÇÃO


Se engana quem pensa que o processo de depilação (ou epilação) termina no momento em que a pele está livre de pelos. Na verdade, Kika explica que é necessário manter a região depilada sempre bem hidratada e evitar a exposição ao sol para não aumentar a espessura da pele e contribuir para o encravamento de pelos. Evitar banhos muito quentes e o uso de desodorantes que contenham álcool na composição por pelo menos 24 horas após a extração dos pelos da axila, por exemplo, também é recomendado, assim como evitar o uso de roupas muito apertadas. 


Por fim, o último ponto levantado por Kika também é essencial: “Apesar de sempre desejar ter uma pele sempre lisinha, é importante dar um espaço de pelo menos 2 a 3 semanas entre as depilações para não irritar a pele e deixar o ciclo natural de seu crescimento acontecer. Não podemos esquecer de sempre hidratar muito bem a pele após as depilações com um creme ou gel calmante e esfoliar a região uma vez por semana”.


Leia mais em: https://boaforma.abril.com.br/beleza/depilacao-em-casa-pelos-encravados/



26 visualizações0 comentário